:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Teixeira de Freitas, 20 de março: Na última terça-feira (12), foi realizada, no auditório da Escola Municipal São Lourenço, mais uma sessão do projeto Cineclube Sal na Pipoca, do Coletivo das Artes Motirô. Na oportunidade, todos puderam assistir ao filme “Estrelas além do tempo”, longa alusivo às reflexões sobre o dia 08 de março.

 

Momentos como esses nas escolas se tornaram imprescindíveis para a construção de ambientes educacionais preocupados com as problemáticas sociais que os estudantes vivenciam cotidianamente.

 

O filme retrata a vida de três mulheres negras ingressando na NASA e, principalmente, tentando romper com o racismo, o qual foi extremamente segregativo da década de 1960 nos Estados Unidos. O longa nos faz lembrar que, infelizmente, o contexto de racismo no Brasil, atualmente, não está aquém do contexto de segregação da década de 1960 ou anteriores.

 

Ainda é muito necessário que se fale a respeito, não apenas do racismo, mas de toda discriminação que torna a convivência em sociedade, algumas vezes, insuportável. Racismo, violências baseadas no gênero, dentre outros, são inadmissíveis, e, ainda, há muito o que caminharmos para o fim destes.

 

A mediação do filme ficou por conta das cantoras e professoras de História, Mirla Kleille e Tamy Persan, as quais conduziram o debate junto aos estudantes e professores da Unidade escolar.

 

Ainda no evento, foi entregue à escola mais um ponto de leitura do Coletivo das Artes Motirô, o que já havia sido realizado também durante o dia na Escola Clélia das Graças Figueiredo Pinto.

O objetivo desses pontos  como disse Segundo o presidente do Conselho de Cultura e diretor do Temat, Erlan Souza, o objetivo do projeto é despertar a consciência ambiental em nossa sociedade, retirando geladeiras do meio ambiente e transformando-as em pontos de leitura, além de fomentar e despertar o fascínio pela leitura nas crianças e jovens.

 

O coletivo das Artes Motirô agradece aos diretores da Escola São Lourenço (Gelson Silva Santos, Lucilene Rodrigues dos Santos e Dhebora Lind Leal Antunes Santos) e às diretoras da Escola Clélia das Graças Figueiredo Pinto (Leiliane Claves, Sirleth Santos e Magda) por entenderem o quanto é importante incentivar o acesso à cultura em seus alunos, também agradece a todos os professores dessas escolas pelo belíssimo trabalho que fazem com os estudantes.

 

Por: Vida Diária / Robson Dias e Ascom

AVISO: O conteúdo de cada comentário é de única e exclusiva responsabilidade do autor da mensagem.

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notácia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, entre outros, podem ser excluídos sem prévio aviso. Caso haja necessidade, também impediremos de comentar novamente neste site os perfis que tiveram comentários excluídos por qualquer motivo. Comentários com links serão sumariamente excluídos.

MercadoSul
CNA
carnesSP
Exata
Lekao
GIL Academia