:: Vida Diária :: Jornalismo que completa o seu dia!

Saiba como acessar o auxílio emergencial de R$ 600 aos MEI e informais

O auxílio emergencial de R$ 600 a trabalhadores informais atingidos pela quarentena do coronavírus foi sancionado nesta quarta-feira (1). A previsão é de que comece a ser pago já na semana que vem, segundo o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (2), por meio dos bancos federais como a Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e bancos privados, além das lotéricas e Correios.  O crédito extra, referente ao pagamento desse auxílio, será feito via Medida Provisória que ainda não foi editada pelo governo federal.

Trabalhadores informais, sem emprego fixo, que não estejam recebendo benefício previdenciário ou seguro-desemprego poderão receber o auxílio emergencial. Mais de 30 atividades serão atingidas pelo auxílio, como taxistas, motoristas de aplicativos, catadores de materiais recicláveis e de agricultura familiar, pescadores artesanais, músicos, vendedores ambulantes, cabeleireiros, manicures, entre outros profissionais.

Vale atentar para alguns pontos antes de receber o auxílio. Os trabalhadores intermitentes, que prestam serviço apenas alguns dias na semana, poderão acessar o auxílio desde que tenham uma renda familiar entre meio salário mínimo (R$ 522,50) e três salários (R$ 3.135). Quem teve renda tributável acima de R$ 28.559,70, em 2018, não poderá acessar o benefício.

Beneficiários do Bolsa Família, que já possuem cartão de recebimento do governo, serão os primeiros a acessar o auxílio de R$ 600. Após as três parcelas de recebimento emergencial, os valores voltarão a variar entre R$ 89 e R$ 178, mais bônus por filho.

Em seguida, os trabalhadores informais que estão no Cadastro Único receberão os pagamentos. OS MEI e autônomos, que contribuem para o INSS recebem em seguida e os informais não cadastrados serão os últimos.

 

Veja os requisitos para o recebimento do auxílio emergencial

– Ser maior de 18 anos;

– Não ter emprego com carteira assinada

– Não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou outro programa de transferência de renda que não seja o Bolsa Família;

– Ter renda familiar mensal por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal de até três salários (R$ 3.135,00);

– Não ter recebido rendimentos tributáveis, em 2018, acima de R$ 28.559,70.

– Será preciso exercer a atividade profissional como MEI; ser contribuinte individual ou facultativo no regime previdenciário; ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único (CadÚnico);

– Mulheres que chefiam a família, as mães solteiras (monoparental), receberão até R$ 1,2 mil. Pais solteiros e mães adolescentes foram incluídos no texto do Senado e ainda precisam de autorização da Câmara;

– Às famílias que estejam no Bolsa Família só será permitido duas pessoas acumulem os benefícios: um receberá o pagamento emergencial e o outro o recebimento do programa do governo. Além disso, apenas duas pessoas por família poderão receber o auxílio emergencial.

 

Como saber se estou no Cadastro Único?

Basta acessar o portal do CadÚnico e preencher as informações pedidas. É possível baixar o aplicativo do CadÚnico ou ligar no número 0800 707 2003, de segunda a sexta-feira, das 07 às 19h, e aos finais de semana e feriados o horário de atendimento será das 10h às 16h.

 

O auxílio vai durar quanto tempo?

A ideia é que os pagamentos sejam feitos em no máximo três meses, podendo durar enquanto o período de quarentena ainda estiver vigente no País. O Congresso mudou a ideia de pagar três meses e acabar afetando aqueles que tenham problemas com o Cadastro Único, ou não tenham conseguido autodeclaração no sistema do governo. Com isso, serão feitas três parcelas de R$ 600 por mês.

 

Por: Vida Diária / Istoé

Teixeira: Hospital Sobrasa esclarece em nota sobre médica com Covid-19

O Hospital Sobrasa, da rede privada, situado em Teixeira de Freitas, veio a público, através de nota de esclarecimento, divulgar informações adicionais sobre a médica que teve caso confirmado com o novo coronavírus.

Ela é pediatra na instituição e tem 33 anos.

 

Leia a íntegra do documento assinado pelo diretor do hospital:

 

Nota de esclarecimento

 

Venho através desta, esclarecer para comunidade Teixeirense, sobre o comunicado emitido pela secretaria de saúde desta cidade.

A médica em questão é a Dra Nayana Galavotti de Carvalho, pediatra da nossa instituição.

Ela se encontrava em viagem, internacional, e iniciou com sintomas no dia de retorno ao Brasil. Cumpriu, como determinação do Ministério  da Saúde e a OMS, sua quarentena domiciliar e informando a vigilância sanitária da nossa cidade, os sintomas apresentados.

Exame foi colhido em sua residência no dia 23/03/2020, após 4 dias do início dos sintomas, mantendo-se em isolamento domiciliar. Resultado de seu exame foi emitido em nota pela Secretaria de Saúde em  31/03/2020, gerando um desconforto a nossa profissional, devido forma divulgada e falta de esclarecimento a população que em meio ao caos se perguntava se ela estava em atendimento antes do isolamento.

Hoje decidimos emitir esta nota de esclarecimento, para comunicar o retorno da nossa profissional a suas atividades após cumprir 14 dias em isolamento domiciliar, não sendo mais considerada risco de transmissibilidade a população pelo protocolo instituído pelo Ministério da Saúde e OMS.

Ela se encontra em ótimo estado geral, sem sintomas respiratórios e deverá retornar as suas atividades normal no início da próxima semana.

Agradecemos pela compreensão e pelo apoio de todos!

 

Teixeira de Freitas, 03 abril de 2020.

Benedito Ferreira Rosa

Diretor Administrativo/SOBRASA

Terceiro caso do Coronavírus em Teixeira; homem de 56 anos

A Secretaria Municipal de Saúde de Teixeira de Freitas informa, nesta quinta-feira (2), que o município registrou mais um caso positivo para o novo Coronavírus (COVID-19). 

Os resultados enviados pelo LACEN-BA, trazem também 3 resultados negativos. Os profissionais de saúde em Teixeira de Freitas, coletaram hoje mais 3 amostras de novos casos suspeitos. O resultado positivo é de um homem, 56 anos.

Os números atuais são de: 3 confirmados, 34 descartados, 18 casos suspeitos aguardando resultado. Totalizando, 55 casos notificados.

Em Teixeira de Freitas, a vigilância epidemiológica está cumprindo todos os protocolos e adotando as medidas de precaução cabíveis.

Para otimizar o acesso à informação, a Secretaria Municipal de Saúde criou o canal “Informe COVID-19”, com atendimento de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h via whatsApp, pelos números (73) 9 9844 3768/99982 5482 e e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. . Nos demais dias e horários, o contato deve ser pelo SAMU 192.

Saiba como agir. Em caso de sintomas gripais leves, apenas com coriza, a recomendação é permanecer em casa, em isolamento. No caso de coriza e febre, fique atento ao seu corpo, mas ainda assim, prefira o isolamento domiciliar. Caso haja progresso no quadro, com coriza, febre e tosse, procure um posto de saúde. Para coriza, febre, tosse e falta de ar, vá até um serviço de urgência.

 

Por: Vida Diária / ASCOM

Bahia confirma a 5ª morte por novo Coronavírus

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) informa que registrou, nesta sexta-feira (3), o quinto óbito pelo novo coronavírus (Covid-19) no estado.

A paciente era uma mulher de 41 anos, hipertensa, asmática e obesa. Ela estava internada em um hospital público em Salvador desde 24 de março.

 

Por: Vida Diária / ASCOM

Matéria Relacionada:

Foi registrado a 4ª morte por Coronavírus na Bahia

Alcobaça mantém barreira sanitária e proibição de praias para evitar contaminação do coronavírus

O município adotou rígida política de enfrentamento ao coronavírus (COVID-19). Talvez por isso, ainda não há casos confirmados da doença em nenhum paciente alcobacense.

Com o surgimento dos primeiros casos no estado da Bahia, sobretudo, em Prado, cidade vizinha, o Prefeito de Alcobaça, Léo Brito, determinou várias medidas evitando a aglomeração e a circulação de pessoas.

As praias foram proibidas para o banho e atividades físicas. Somente serviços essenciais foram permitidos a continuidade de funcionamento.

Na entrada da cidade, uma barreira sanitária tem controlado o fluxo de entrada e saída de pessoas, aferindo as condições físicas de quem transita pelo município.

 

Essas medidas estão válidas por meio do Decreto Municipal N.º 733/2020, estabelecendo a situação de emergência de saúde pública no município, em razão da pandemia da doença infecciosa viral respiratória (COVID-19), causada pelo novo coronavírus.

Para o Prefeito Léo Brito, "as medidas adotadas contribuíram para a proteção de toda a população, ao considerar que o município não suporta a sobrecarga no sistema da cidade, que não apresenta suporte necessário para salvar a vida se todos ficarem doentes ao mesmo tempo", explicou. tem estrutura para suportar vários casos da doença.

 

Por: Vida Diária / ASCOM

COLUNAS Gente de opinião!

5 Passos para Aumentar sua Motivação
5 Passos para Aumentar sua Motivação
Publicado: Segunda, 02 Março 2020 10:25
Pare de analisar demais as situações
Pare de analisar demais as situações
Publicado: Sexta, 21 Fevereiro 2020 11:57
Vocabulário Enológico
Vocabulário Enológico
Publicado: Domingo, 16 Fevereiro 2020 14:57

RELIGIÃO Voz para todas as crenças

Amigo Bicho O Vida tem um cantinho só para eles

SAÚDE Dicas e informativos pra cuidar de você

EDUCAÇÃO Cultura e Conhecimento